Cursos na internet (Comece aqui!)

Há uma página com um Curso Elementar de Tupi Antigo em 10 lições (http://tupi.fflch.usp.br/), de autoria do professor Eduardo de Almeida Navarro do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. (Há uma versão mais antiga desse curso em http://www.filologia.org.br/viicnlf/anais/caderno03-02.html).

Esta série de vídeos curtos no YouTube demonstra a pronúncia do tupi antigo: parte 1, parte 2, parte 3, parte 4.

Cursos em livro

external image 2605.gifA melhor pedida é comprar o livro Método Moderno de Tupi Antigo — A língua do Brasil nos primeiros séculos, do professor Eduardo de Almeida Navarro (Global Editora, 2006, ISBN 8526010581, pesquisar lojas, pesquisar sebos).

Um livro mais antigo mas também bom é o Curso de Tupi Antigo, do padre Antonio Lemos Barbosa (Livraria São José, 1950, PDF, pesquisar sebos).

Cursos com professor

O professor Eduardo Navarro dá cursos de tupi antigo na FFLCH da USP (vide link acima). Segundo me informaram pelo orkut, quem não é aluno da Universidade pode assistir como ouvinte, mas não recebe certificado ou coisa do gênero.

Dicionários

Em 2013 depois de uma longa espera foi lançado o Dicionário de Tupi Antigo — A língua indígena clássica do Brasil, do professor Eduardo de Almeida Navarro (Global Editora, 2013, ISBN 9788526019333, pesquisar lojas). Finalmente um vocabulário extenso do tupi (624 páginas, 8.000 verbetes), com ortografia moderna e padronizada, sem misturar palavras de diferentes épocas e dialetos, apto para uso daqueles que querem aprender a língua!

O Pequeno Vocabulário Tupi–Português do padre Antonio Lemos Barbosa (Livraria São José, 1967, pesquisar sebos) e o Pequeno Vocabulário Português–Tupi (Livraria São José, 1970, pesquisar sebos).

O Dicionário Tupi–Português do Luiz Caldas Tibiriçá (Traço Editora, 1984, ISBN 8571190259, pesquisar lojas, pesquisar sebos) contém todas as palavras do vocabulário acima, e muitas outras.

Não recomendo para iniciantes o Vocabulário Tupi-Guarani Português do Silveira Bueno (Efeta Editora, 1982, ISBN 8586632031, pesquisar lojas), que infelizmente é o único dicionário que se encontra em algumas lojas. Ele não segue uma ortografia consistente, parece misturar tupi antigo com tupis de épocas posteriores e outros dialetos. É preciso alguma experiência para separar o joio do trigo e tirar proveito dele.

O Vocabulário na Língua Brasílica (1621, http://vlb.wikispaces.com), reeditado em 1952 por Carlos Drummond, é bastante útil para quem já tem alguma experiência com a língua. Escrito para uso dos jesuítas, é um dicionário português—tupi, mas a antiguidade desse português e a falta de uma ortografia consistente (tanto para o tupi quanto para o português) dificultam a interpretação de alguns verbetes. É possível comprar uma cópia xérox deste e de outros livros da Biblioteca Chico Mendes. Localiza no menu à esquerda o link "Linguística Indígena — Acervo". Os livros marcados com "[BCM]" fazem parte do acervo da biblioteca. Anota os livros de interesse e os informa no Formulário de Pedidos, perguntando pelo preço das cópias xérox. Eles entrarão em contato por e-mail para informar o preço e acertar o pagamento.

Prática

Uma sugestão de leitura é o livro Poemas: Lírica portuguesa e tupi, do padre José de Anchieta (Editora WMF Martins Fontes, ISBN 9788533619562, pesquisar lojas; edição mais antiga: Editora Martins Fontes, ISBN 8533619561, pesquisar lojas; pesquisar sebos), com cantos feitos para a catequese dos índios; e também José de Anchieta: Teatro (Editora WMF Martins Fontes, ISBN 9788533621428, pesquisar lojas; edição mais antiga: Teatro: José de Anchieta, Editora Martins Fontes, ISBN 8533610955, pesquisar lojas; pesquisar sebos). Em ambos os casos os textos foram transcritos pelo prof. Eduardo Navarro na mesma ortografia padronizada utilizada no Método Moderno de Tupi Antigo, traduzidos e anotados, o que é de grande ajuda para os iniciantes.

Na Biblioteca Digital Curt Nimuendaju encontram-se gratuitamente dois longos catecismos em tupi, mas os novatos vão certamente sofrer com a grafia antiga e despadronizada: Compendio da Doutrina Christaã na Lingua Portugueza, e Brasilica (1681, PDF, Google Books), com tradução em português; e Cathecismo Brasilico da Doutrina Christã (1686, PDF), sem tradução.

Em papel temos também, de José de Anchieta, o Doutrina Cristã, tomo I: Catecismo Brasílico (Edições Loyola, ISBN 9788515006311, pesquisar lojas; ISBN 8515006316, pesquisar lojas; pesquisar sebos, trechos no Google Books) e Doutrina Cristã, tomo 2: Doutrina autógrafa e confessionário (Edições Loyola; ISBN 9788515006335, pesquisar lojas, ou ISBN 8515006332, pesquisar lojas; pesquisar sebos, trechos no Google Books). Trazem o fac-símile de antigos manuscritos, seguidos de sua transcrição em uma ortografia moderna e tradução.

O DVD Hans Staden (1999, pesquisar lojas) conta as desventuras do alemão que foi capturado pelos tupinambás e que, depois de vários meses como prisioneiro, sob a constante ameaça de ser devorado, por sorte, conseguiu voltar à Europa. A maioria dos diálogos é em tupi antigo. Infelizmente está fora de catálogo e é difícil de encontrar. Pode-se baixar o filme por torrent do sítio FilmesEpicos.com.

O CD Ka'umondá do grupo Sinhô Preto Velho (pesquisar lojas) é todo cantado em tupi.

A banda de rock pesado Arandu Arakuaa canta em tupi antigo. As letras estão disponíveis no encarte do CD, e (sem tradução) na página letras.mus.br .

Redes sociais, listas de discussão, bate-papo, etc.

"Lugares" na internet onde se pode conhecer outros estudantes de tupi e trocar experiências: